CHEGA AO STF PEDIDO DE PRISÃO DO DEPUTADO FEDERAL PELO AMAZONAS SILAS CÂMARA

=》Silas Câmara é acusado pela PGR-Procuradoria Geral da República, de empregar “Fantasmas”, para ficar com verbas de gabinete.

Publicidade

O deputado evangélico que já sofreu o desgaste na mídia nacional, acusado de ter mais de uma CPF e de ter concluído o curso de jornalismo sem frequentar a faculdade, mais uma vez sobe ao altar da desmoralização, desta vez acusado de crime de peculato.

Peculato é um crime que consiste na subtração ou desvio, mediante abuso de confiança, de dinheiro público ou de coisa móvel apreciável, para proveito próprio ou alheio, por funcionário público que os administra ou guarda. É um dos tipos penais próprios de funcionários públicos contra a administração em geral.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu nesta terca-feira, (9), a prisão do deputado federal Silas Câmara, do PRB do Amazonas, por crime de peculato (empregar fantasmas) em processo que corre no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o líder da bancada evangélica da Câmara dos Deputados.

Ele é acusado de manter em folha de pagamento funcionários fantasmas e ficar com parte ou todo o salário desse pessoal. Isso teria acontecido durante 11 anos.

Publicado por Conect News AM

Professores licenciado em matemática, especialista em mídias para a educação e gestão escolar. Trabalha como repórter da Grupo Rede Amazônica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: