Seas orienta vereadores de Manacapuru sobre serviços da assistência social disponibilizados pelo Governo do Amazonas

A Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas) recebeu, na manhã desta quinta-feira (15/08), uma comitiva formada por oito vereadores do município de Manacapuru (a 103 quilômetros de Manaus), que apresentaram uma série de demandas que vão ser articuladas junto a outras secretarias estaduais para verificar a possibilidade de elas serem atendidas.

Atendidos pela secretária executiva adjunta da Seas, Fernanda Ramos Pereira, os vereadores apresentaram uma lista de necessidades básicas para atender a população, dentre elas doação de cadeiras de rodas e passe livre para deficientes, além de atendimento médico e oftalmológico. Outra demanda dos vereadores diz respeito a mutirão de serviços especializados, entre os quais tirar documentos.

Fernanda Ramos disse que, em linhas gerais, as demandas não são da assistência social, mas como os vereadores vieram em busca de apoio, ela pediu que formalizassem as demandas para que a Seas possa se articular com outras secretarias, entre as quais de Saúde (Susam) e dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), para ver se consegue apoiá-los dentro do que for possível.

“No campo da assistência, no concerne à nossa área, nós demos orientações necessárias, inclusive com relação aos recursos, tanto estadual como federal”, disse, ressaltando o cofinanciamento estadual, que neste mês a Seas vai iniciar o repasse aos municípios.

*Esclarecimentos -* O vereador Leonardo de Souza Guimarães (PTC) traduziu a reunião com a secretária executiva adjunta da Seas, Fernanda Ramos Pereira, como uma conversa franca, sendo possível tirar todas as dúvidas com relação ao que pode ser oferecido pela Seas e o que é de competência de outras secretarias estaduais.

“Foi muito esclarecedora a nossa conversa com a secretária executiva adjunta Fernanda, porque agora nós sabemos o que pode ser solicitado da Seas, inclusive convênios; o que é de competência da Seped, da Defesa Civil etc”, disse o vereador, destacando sua preocupação e dos demais vereadores com relação ao início da vazante, envolvendo a questão de saúde da população, assim como a falta de mantimentos.

Ele disse que, no município de Manacapuru, o rio já baixou quase dois metros e vários problemas estão surgindo, inclusive na área de produção rural, cujos produtores precisam de sementes; “Quem tem animais precisa deslocar da terra firme para a várzea”, frisou.

*FOTOS:* JANDER DA SILVA SOUZA/SEAS

Publicado por Conect News AM

Professores licenciado em matemática, especialista em mídias para a educação e gestão escolar. Trabalha como repórter da Grupo Rede Amazônica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: