Em Manacapuru lixo que seria descartado na natureza é reciclado e gera emprego e renda

O Programa “ColetAÇÃO Solidária” desenvolvido pela prefeitura de Manacapuru, além de proporcionar benefícios ao meio ambiente tem gerado emprego e renda para catadores de materiais recicláveis que foram inseridos no programa.

A implantação da Coleta Seletiva no município além de proporcionar reciclagem de materiais que eram descartados de forma irregular na natureza, teve a finalidade de retirar os catadores do lixão, proporcionando geração de emprego e renda para a categoria.

O projeto que desde 2018 era desenvolvido de forma experimental na micro área do bairro da Cohabam, fazendo a coleta seletiva porta a porta, foi estendido e chegou à comunidades rurais do município.

Comunidades e escolas rurais recebem os (Bags) bolsões de materiais recicláveis, através da prefeitura que também faz o transporte do material coletado e repassa para as cooperativas de reciclagem.

A coordenadora do projeto Mary Rollemberg relata ganhos gerados ao meio ambiente e catadores gerados a partir da coleta seletiva. “Os ganhos são imensuráveis, pois ‘tratamos do vazadouro (lixão), Miriti, água, saúde, saneamento básico e inserção social com geração de emprego e renda aos catadores de materiais recicláveis, em especial na zona rural, onde tudo era queimado, ou jogado no rio Solimões ou seus afluentes”, destacou.

Na primeira quinzena deste mês o Departamento de Resíduos sólidos, recebeu no Porto de Manacapuru, bairro Terra Preta, os (Bags) com de materiais recicláveis, recuperados na Zona Rural, comunidade Repartimento do Tuiué.

A primeira retirada desses materiais ocorreu por meio da EMEF Maria de Nazaré Oliveira, que assim como as demais EMEFS da Zona rural, servem de pontos de Coleta seletiva solidária.

O material recebido foi devidamente encaminhado à Associação COOTEPLA, fortalecendo o trabalho dos Catadores e gerando renda para estes profissionais, que recebem acompanhamento contínuo da Equipe Técnica, da prefeitura.

=》O Projeto

Desde 2017 com o estudo dos resíduos sólidos recicláveis gerados no Município de Manacapuru, foi estabelecida a metodologia de coleta seletiva porta a porta na Micro área COHABAM em 2018 e em 2019 nas escolas do sistema de ensino do Município de Manacapuru.
O material coletado é repassado sem custos para três Associações de Catadores de materiais recicláveis, beneficiando pouco mais de 50 paus de famílias.

=》Associações

MPU RECICLE – 17 catadores
COOTEPLA – 12 catadores
Nova Conquista – 22 catadores

Publicado por Conect News AM

Professores licenciado em matemática, especialista em mídias para a educação e gestão escolar. Trabalha como repórter da Grupo Rede Amazônica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: